Um adolescente de 13 anos foi atacado por um pit bull na tarde de ontem no bairro Guaianases, na zona leste de São Paulo. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), por volta das 14h30, policiais militares faziam patrulhamento de rotina pela região quando moradores pediram socorro e afirmaram que o adolescente estava sendo atacado pelo cachorro.

O animal mordia a perna esquerda do garoto.

Os policiais tentaram interromper o ataque usando gás de pimenta, mas, como o animal não soltou o adolescente, um dos PMs atirou no pit bull. Ainda segundo a secretaria, mesmo baleado, o cachorro ainda tentou atacar o policial militar e o jovem mais uma vez antes de ser laçado. O pit bull foi socorrido e encaminhado para uma clínica veterinária, onde já chegou morto.

O garoto foi levado ao hospital, onde permanece internado. Não há informações sobre seu estado de saúde. A dona do cachorro foi localizada e afirmou a polícia que o animal era muito agressivo, já tinha matado outros cachorros e, por isso, ela tinha dado o pit bull ao adolescente, com a permissão do pai dele. O caso foi registrado no 44º Distrito Policial (DP) como lesão corporal culposa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.