O ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho confirmou o convite para a pré-candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff (PT), participar do 1º Congresso Estadual do PR, que acontecerá neste sábado. A reunião servirá de lançamento informal da candidatura de Garotinho ao governo estadual e deve reunir mais de 5 mil num centro de convenções no Rio.

Garotinho e Dilma devem se encontrar hoje à noite em Brasília durante a posse da nova direção nacional do PR, que terá o ex-ministro dos Transportes Alfredo Nascimento como presidente e o ex-governador como secretário-geral.

"Vou fazer o convite para ela vir ao Rio participar do encontro. Não sei como está sua agenda, então não posso responder se ela poderá comparecer", disse Garotinho. "Mas o nosso congresso deve reunir mais de 5 mil pessoas na parte da tarde, quando serão aprovadas as moções favoráveis à candidatura própria ao governo do Rio e ao Senado. Se ela não tiver compromisso, será uma boa agenda para ela", avaliou o ex-governador do Rio.

Garotinho vai concorrer contra o atual chefe do executivo fluminense, Sérgio Cabral Filho (PMDB), que busca a reeleição. Embora o PT fluminense esteja comprometido com a reeleição de Cabral, o presidente do partido no Rio, deputado federal Luiz Sérgio, disse que acompanhará Dilma em qualquer evento político que ela comparecer.

"Se a ministra Dilma vier ao Rio para uma atividade política e me convidar, eu não terei nenhuma dúvida de estar com ela", disse Luiz Sérgio. "Fui candidato à Presidência do PT do Rio baseado numa pauta política cuja prioridade é a candidatura da (ex-)ministra Dilma. A nossa segunda prioridade no Rio será a eleição do Cabral, mas é claro que queremos elegê-la presidente com o máximo de apoio possível".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.