Garibaldi: ¿Se eu pudesse, votaria em Barack Obama¿

BRASÍLIA - ¿Se eu pudesse, votaria em Barack Obama¿, confessou o presidente do Senado Federal, Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN), nesta terça-feira, dia de eleições presidenciais nos Estados Unidos.

Carol Pires, Último Segundo/Santafé Idéias |

Ele é o primeiro negro presidente dos Estados Unidos. É claro que isso não é suficiente. Mas a própria pregação dele é no sentido de proteger a classe média, os mais pobres. Ele é um político verdadeiramente pacifista. Já o McCain não tem como se desgarrar da herança Bush, disse Garibaldi.

A previsão é de que cerca de 130 milhões de norte-americanos compareçam hoje às urnas para escolher o novo presidente do País entre o democrata Barack Obama e o republicano John McCain.

Ele é a verdadeira mudança, observou Garibaldi sobre o candidato democrata. Temos que respeitar o que os americanos pensam. Se eles dizem que ele representa uma mudança, e nós sabemos que ele está fora dos padrões, qualquer que seja o parâmetro. Ele representa essa mudança.

Apesar da preferência a Brack Obama, Garibaldi ponderou que os políticos democratas são essencialmente mais protecionistas e por isso Obama pode dificultar a importação de produtos brasileiros, como o etanol. Não necessariamente o melhor para os americanos é o melhor para o resto do mundo. E todos nós sabemos que os democratas são essencialmente mais protecionistas. E isso ainda nos deixa com um ponto de questão.

Leia mais sobre: Garibaldi Alves - Barack Obama

    Leia tudo sobre: barack obamagaribaldi alves

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG