Garibaldi: ocupação de cargos na CPI é proporcional

O presidente do Senado, Garibaldi Alves (PMDB-RN), lembrou que o número de senadores que cada partido tem direito a indicar para ocupar os cargos na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) é proporcional ao tamanho de cada bancada partidária no Senado. Ele reafirmou que fará hoje no plenário a leitura do requerimento de criação de uma CPI exclusiva da Casa para apurar irregularidades em gastos de autoridades com cartões corporativos.

Agência Estado |

Segundo Garibaldi, os cargos na CPI serão preenchidos por três senadores dos oposicionistas PSDB e DEM, por três senadores do bloco do governo, três do PMDB, um do PTB e um do PDT. Esses três últimos partidos fazem parte da base aliada ao governo, mas em nenhum deles o apoio ao Palácio do Planalto é unânime. Depois que Garibaldi fizer a leitura do requerimento de criação da CPI, começará a correr prazo de cinco dias para a instalação da comissão.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG