Ao lado do presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), o presidente do Senado, Garibaldi Alves (PMDB-RN), participou ontem de missa celebrada no Salão Negro do Congresso pelo arcebispo de Brasília, d. João Braz de Aviz.

A missa marcou o encerramento do ano legislativo, mas os trabalhos do Congresso prosseguem até o dia 22, prazo em que ainda é preciso votar o Orçamento da União para 2009. Sem isso, a Casa não pode entrar em recesso. Garibaldi chegou a cochilar durante a sessão. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.