Garibaldi descarta convocação de Dilma no Plenário do Senado

BRASÍLIA - O presidente do Senado, senador Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN), descartou nesta quarta-feira a possibilidade de uma convocação da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, para depor sobre cartões corporativos no Plenário da Casa. Segundo Garibaldi, a ministra deverá falar sobre o tema em alguma comissão temática do Senado.

Rodrigo Ledo ¿ Último Segundo/Santafé Idéias |

Garibaldi Alves Filho demonstrou que não concorda com a desconfiança da oposição, e com o discurso dos governistas, de que Dilma Rousseff não abordará o tema dos cartões corporativos na comissão de Infra-Estrutura do Senado ¿ segundo o regimento da Casa, ela só é obrigada a falar de assuntos relativos a infra-estrutura, como o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Apesar de ter prerrogativas que poderiam facilitar a convocação da ministra em Plenário, onde o desgaste político seria maior, para falar especificamente do caso do suposto dossiê sobre cartões contra o PSDB, o presidente do Senado não mostrou disposição de levar adiante a idéia.

Não há perigo de ela [Dilma] chegar ao Plenário. Numa dessas comissões ela chega. Há possibilidade de ela falar também dos acontecimentos ligados a cartões corporativos. Tenho informações de que ela não afasta essa possibilidade, disse Garibaldi, que reiterou seu discurso em favor do comparecimento da ministra ao Senado para explicar o suposto dossiê.

Leia mais sobre: Dilma

    Leia tudo sobre: dilma

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG