Garibaldi ameaça votação da MP das filantrópicas

O presidente do Senado, Garibaldi Alves (PMDB-RN), ameaçou criar dificuldades à votação da medida provisória (MP) 446, que anistia as entidades filantrópicas suspeitas de irregularidades, caso não haja mudança no conteúdo do texto que retire o benefício previsto para instituições que estão sendo investigadas. Caso isso não ocorra, nós vamos procurar fazer com que esta medida provisória não tramite tão facilmente como vêm tramitando as medidas provisórias até agora, disse o senador.

Agência Estado |

Questionado sobre quais seriam as dificuldades que pode criar à aprovação da MP, respondeu: "Não tem aquela famosa história da pedra no caminho. Eu quero colocar uma pedrinha no caminho dessa MP, mas não vou revelá-la agora a vocês." Ao defender a retirada da anistia para as entidades sob investigação, Garibaldi disse que "o mais tranqüilo, o que deixaria a sociedade mais confortada seria saber que, desde agora, por uma suspeita, elas estão sendo retiradas".

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG