Garçom de 21 anos é morto a tiro em São Sebastião-SP

O garçom Pablo Ricardo de Faria, de 21 anos, morreu baleado quando trabalhava, num restaurante da Praia de Boiçucanga, em São Sebastião, litoral norte de São Paulo. O crime aconteceu na noite de ontem, quando os funcionários limpavam o Restaurante Cheiro Verde.

Agência Estado |

O local é muito freqüentado por turistas, mas, no momento do assalto, não havia mais nenhum cliente no local. A quadrilha, formada por cinco ladrões, entrou no estabelecimento pelos fundos. "Eles pularam o muro da oficina, que fica ao lado e estava fechada, e depois entraram no restaurante pela cozinha", afirmou o delegado seccional do litoral norte, Múcio Monteiro.

Ao se deparar com os ladrões, os garçons tentaram fugir e pularam um muro. Faria foi o último a pular e foi alvejado por Leandro Ferreira da Silva, um dos supostos integrantes do bando. "Naquele momento, eles fugiram e não levaram nada do restaurante, abortando a ação." Na fuga, a quadrilha passou pela Polícia Militar (PM), que deu início a uma perseguição. No bairro vizinho, em Cambury, os policiais continuaram perseguindo o grupo, até chegarem a uma rua de terra sem saída.

Os ladrões, então, desceram do carro e dispararam tiros contra os policiais, que revidaram. Os disparos atingiram Giovando dos Santos, de 27 anos, que morreu no hospital. Mais conhecido como , ele havia saído da prisão há dois meses. Para o mesmo hospital, os garçons levaram o colega, mas não houve tempo de socorrer. Os outros quatro ladrões que estão foragidos foram identificados pela polícia. "Um deles, Leandro, também é acusado da morte de um policial, há dois anos", afirmou o delegado. É no verão que as ocorrências policiais no litoral do Estado se multiplicam.

No verão passado, de dezembro a fevereiro, a cidade registrou 400 furtos e 60 assaltos, segundo dados da Secretaria de Segurança Publica do Estado. "Pelo volume de pessoas que está no litoral norte, o índice de criminalidade é baixo. É mais de 1 milhão de turistas." Para o delegado, os visitantes, embora de folga, não devem relaxar nos cuidados, seja na praia, na casa, no carro, ou em qualquer lugar.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG