García Márquez nega que esteja pensando em abandonar literatura

O Nobel colombiano Gabriel García Márquez negou que tenha abandonado a literatura ou que esteja pensando em fazê-lo, como disseram duas pessoas próximas ao escritor, e garantiu que a única coisa que faz é escrever, em declarações ao jornal El Tiempo publicadas neste domingo.

AFP |

"Não só isso não é verdade, como a única coisa certa é que não faço outra coisa senão escrever", disse em conversa por telefone, de seu apartamento na Cidade do México.

García Márquez, de 81 anos, e que só respondeu a duas perguntas, também negou que deixará de publicar livros, e deu a entender que está trabalhando em novas obras.

"Meu ofício não é publicar, mas escrever", disse.

Em entrevista ao jornal La Tercera do Chile, o britânico Gerald Martin, biógrafo de García Márquez, disse que o criador do realismo mágico deixará a pena e "não escreverá mais livros".

Além dele, a agente literária espanhola Carmen Balcells, que há anos cuida da obra do Nobel, também disse que García Márquez deixará de escrever.

Gabriel García Márquez é autor, entre outras obras, de "Cem anos de solidão" e "O amor nos tempos do cólera".

bur-axm/lm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG