O assessor especial da Presidência para Assuntos Internacionais, Marco Aurélio Garcia, afirmou hoje que o governo brasileiro não quer apressar a constituição efetiva do Conselho Sul-Americano de Defesa, o pilar da área de segurança regional da União de Nações Sul-Americanas (Unasul). Nós queremos avançar nisso, mas não queremos apressar, afirmou, logo depois de mencionar o fato de a Colômbia resistir a aderir a esse mecanismo.

"A pressa é a inimiga da perfeição", completou.

Conforme Garcia, o governo brasileiro organizará uma reunião com seus pares sul-americanos no segundo semestre, em Brasília, para tratar dos detalhes e dos objetivos precisos do Conselho. "Outros processos de integração regional, até agora, não conseguiram resolver esse tema da política de defesa. Nós demos um pequeno passo, suscitamos uma discussão. Ela tem tido uma boa acolhida", resumiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.