LIMEIRA - O ganhador da Mega-Sena Altair Aparecido dos Santos, de 43 anos, foi morto no fim da noite de domingo após um churrasco em uma chácara em Limeira, no interior de São Paulo. O suspeito do crime é um dos dois homens que ficaram fora do bolão, feito há cerca de 1 ano e meio, porque na semana do sorteio não tinha pago o jogo.

Outras 15 pessoas acertaram as dezenas da Mega-Sena e ganharam R$ 16 milhões. Segundo o boletim de ocorrência, a mulher de Altair, Maria Isabel, citou que o marido vinha sofrendo ameaças de um homem há três dias, inclusive com uma faixa colocada em um bar com os dizeres "Limeira está pequena para nós dois".

Altair foi baleado por volta das 21h30, após os convidados do churrasco terem ido embora. Ele foi atacado no momento em que apagava as luzes da chácara, segundo a polícia. Vizinhos ouviram o barulho dos disparos e acionaram a polícia. Altair chegou a ser levado para a Santa Casa, mas não resistiu aos ferimentos.

Leia mais sobre: violência

    Leia tudo sobre: mega-sena
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.