Galeão e Viracopos vão ser administrados por empresa privada

BRASÍLIA - O ministro da Defesa, Nelson Jobim, disse na noite desta quinta-feira que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva autorizou a concessão a empresas privadas dos aeroportos do Galeão, no Rio de Janeiro, e Viracopos, em Campinas, atualmente sobre o controle da Infraero, órgão do governo Federal.

Severino Motta - Último Segundo/Santafé Idéias |

Jobim destacou que a concessão se dará no "sentido amplo", ou seja, obras de expansão e conservação que precisam ser feitas, principalmente no Galeão, vão ficar a cargo da empresa concessionária. Outro problema a ser enfrentado diz respeito ao quadro de funcionários da Infraero que, de acordo com o ministro, devem ser absorvidos pelo sistema.

"Determinei estudos, são dois tipos que têm que ser feitos. Os estudos do modelo e os estudos que dizem respeito aos funcionários da Infraero que operam. Nós temos que dar uma solução também para esses funcionários para que sejam absorvidos pela Infraero na sua estrutura global. Não vai ser abandonar pelo caminho os seus funcionários. Mas isso são iniciais, são preliminares", explicou.

O ministro ainda comentou que a concessão dos dois aeroportos estimulará a concorrência e servirá como base para a comparação dos serviços aeroportuários prestados no Brasil. Além disso, a reestruturação do Galeão é uma das exigências à candidatura do Rio para sediar as Olimpíadas de 2016.

"[A concessão vai] Dar eficiência e dar concorrência, você poder avaliar o tipo de serviço, o que a Infraero presta em outros aeroportos, o que ela vai continuar fazendo. Você estabelece mecanismo de concorrência que nos dá segurança de que isso volta tudo em torno do próprio servidor, do usuário", disse.

Leia mais sobre: aeroportos

    Leia tudo sobre: aeroportos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG