plano B no Rio se PSDB deixar aliança - Brasil - iG" /

Gabeira cogita plano B no Rio se PSDB deixar aliança

Pré-candidato ao governo do Rio pelo PV, Fernando Gabeira reiterou hoje que não quer a presença do DEM em sua chapa e anunciou que vai examinar um plano B se o PSDB também deixar a aliança. A alternativa é disputar a reeleição como deputado.

Agência Estado |

"Não posso fazer uma candidatura simbólica ao governo. Tem que ter chance de vitória", afirmou Gabeira.

A posição de Gabeira dificulta a campanha do tucano José Serra à Presidência da República, emperrada no Rio de Janeiro por causa dos desentendimentos entre o PV e o DEM. A coligação original, agora ameaçada, teria também o PPS.

"O PSDB tenta uma situação em que todos fiquem juntos, mas para mim está claro que não é possível. Continua minha proposta de sair com três partidos (PV, PSDB e PPS). Se as condições não se derem, vamos examinar um plano B e continuarei na política representando meu eleitorado", disse Gabeira.

Questionado sobre a possível saída do PSDB da aliança no Rio, para evitar problemas na coligação nacional com o DEM em torno de Serra, Gabeira disse que "só com o PPS a situação fica bem difícil". PSDB e DEM são importantes para dar tempo a Gabeira no horário eleitoral gratuito no rádio e na TV. Juntos, os dois partidos têm cerca de seis minutos em cada programa.

Gabeira reconhece que a desistência de disputar o governo seria prejudicial para a pré-candidata do PV à Presidência da República, senadora Marina Silva (AC), que tem no Rio um de seus palanques mais fortes. Mas argumenta que muitos de seus eleitores, especialmente da classe média, não aceitam a presença do ex-prefeito Cesar Maia na chapa de oposição ao governador Sérgio Cabral (PMDB). Maia é candidato ao Senado pelo DEM.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG