Gabeira admite concorrer ao governo do Rio

Em conversa no fim de semana com o presidente regional do PSDB, deputado estadual Luiz Paulo Correa da Rocha, o deputado Fernando Gabeira (PV) admitiu sair candidato ao governo do Rio, desde que o comando nacional tucano entre em contato com o PV e com a campanha presidencial da senadora Marina Silva (AC). Ele finalmente aceitou representar esse campo político, caso exista a possibilidade de uma coligação em que todos estejam confortáveis.

Agência Estado |

Ele garantiu que "ainda não houve esse entendimento".

O acordo, diz Gabeira, dependerá mais de Marina e a direção nacional do PV avaliarem que a sua candidatura interessa. "Há três partidos - DEM, PSDB e PPS - se dispondo a apoiar minha candidatura. Se o PV considerar que é um caminho, que eu possa sair candidato com este apoio, eu concordo."

Mesmo apoiando um mesmo candidato no Estado, esses partidos vão se separar na campanha presidencial: os verdes lançarão Marina e os outros estarão com o tucano José Serra. Gabeira explicou que não pode sair candidato contando apenas com o apoio do PV, que lhe garantiria, no máximo, 30 segundos de televisão. "Com esses partidos todos teremos uns cinco minutos e poderemos fazer um trabalho mais competitivo, mais qualificado", disse. O deputado estima, porém, que o resultado das conversas só aparecerá em fevereiro.

Em 2008, Gabeira disputou o segundo turno da eleição para a Prefeitura do Rio e perdeu para Eduardo Paes (PMDB) por uma diferença de 55 mil votos. Por esse resultado, ele vem sendo considerado fortíssimo candidato ao Senado. Se concorrer ao governo - o que abrirá no Rio palanques fortes para Marina e Serra -, no entanto, Gabeira vai enfrentar o atual governador, Sérgio Cabral (PMDB), que as pesquisas apontam com ótimas chances de reeleição. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo .

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG