Fuzileiro da Marinha morre durante treinamento no Rio de Janeiro

RIO DE JANEIRO ¿ Um oficial da Marinha morreu no final da noite de quinta-feira durante um treinamento na base da Força de Fuzileiros Navais, na Ilha do Governador, zona norte do Rio. De acordo com o Comando do 1º Distrito Naval, o segundo-tenente Ricardo Gonçalves Brogin, de 27 anos, teve um mal súbito, seguido de parada respiratória, durante um treinamento do Curso Especial de Comandos Anfíbios.

Redação com Agência Estado |

O fuzileiro naval foi socorrido encaminhado para o Hospital Municipal Paulino Werneck, também na Ilha do Governador. Segundo a secretaria municipal de Saúde, o oficial já chegou morto à unidade com sinais de afogamento. O corpo do segundo-tenente foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), que irá determinar as causas da morte.

O enterro deverá ocorrer neste sábado no município de Braúna, no interior de São Paulo, cidade natal da vítima. Segundo o pai do militar, Darcy Brogin, o filho foi retirado desacordado de uma piscina do centro de treinamento da Divisão Anfíbia. Ele diz não ter motivos para desconfiar de negligência ou excessos nos exercícios. Ricardo estava há oito anos na Marinha.

Ele era saudável, bem preparado. Na turma de natação foi o segundo colocado. Não tem como explicar. Realmente só o laudo do Instituto Médico Legal (IML) do Rio vai poder dizer o que aconteceu, disse.

A Marinha informou que abriu um Inquérito Policial Militar para apurar a circunstância dos fatos.

Leia mais sobre: Marinha

    Leia tudo sobre: afogamentomarinhamorte

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG