O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) retomou hoje o julgamento da denúncia contra os investigados na Operação Furacão, entre eles o ministro do Superior Tribunal de Justiça Paulo Medina. O Ministério Público denunciou os envolvidos por venda de sentença em favor de bicheiros.

O julgamento começou ontem, quando o ministro do STF Cezar Peluso relatou o caso e apresentaram suas defesas os advogados das partes e o procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza. Se o plenário receber a denúncia, os envolvidos passarão à condição de réu em ação penal também no STF.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.