A Fundação Casa abriu hoje uma sindicância para apurar se houve falha da unidade em Jundiaí, no interior paulista, onde 15 jovens fugiram na noite de segunda-feira. Segundo a assessoria da entidade, os jovens aproveitaram a visita de um grupo espírita para dominar funcionários e visitantes.

Eles abriram um buraco na parede do refeitório, depois pularam o muro e fugiram a pé. Ninguém ficou ferido.

Na ocasião da fuga, dois funcionários da unidade foram feitos reféns pelos internos que ficaram na unidade como forma de evitar represaria. Três jovens foram apreendidos pela polícia. A unidade de Jundiaí foi inaugurada em 13 de fevereiro de 2008. Com capacidade para até 56 adolescentes ela é gerenciada em parceria com o Centro de Defesa da Criança e do Adolescente (Cedeca) de Jundiaí, entidade vinculada à Pastoral do Menor de São Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.