Fundação ajudará a aproximar Dilma de setores do PT

A Fundação Perseu Abramo, que reúne desde 1996 os intelectuais do PT, vai ajudar a aproximar a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, dos setores do partido que ainda resistem à candidatura dela à Presidência em 2010. Uma série de seminários sobre a crise financeira está agendada para as principais capitais nos próximos meses.

Agência Estado |

A estratégia da fundação é colaborar com um esboço do projeto de governo da provável candidata e afinar o discurso da ministra, oriunda do PDT, com o da militância e dos líderes dos diretórios estaduais petistas.

Os seminários da Perseu Abramo serão realizados, numa primeira etapa, em Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Recife e São Paulo. Numa segunda fase, os debates serão levados para uma outra capital nordestina, ainda não definida, e cidades do Sul, do Norte e do Centro Oeste. Enquanto isso, Dilma já confirmou presença numa palestra sábado para um grupo de petistas do Rio de Janeiro e em um seminário sobre a crise financeira no dia 27 na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul.

Antes, nesta quinta-feira, ela estará em Fortaleza, junto com o ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima, para visita a uma obra prevista no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). A agenda da ministra já é mais intensa do que a do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Além de acompanhar Lula em viagens para inspecionar obras do PAC e até internacionais, ela montou uma agenda própria, com visitas a dirigentes do PT, entidades sindicais e órgãos de governos estaduais e participação em seminários sobre assuntos diversos, como direitos da mulher e direitos humanos.

Por enquanto, três petistas estão escalados para articular a campanha da ministra. Sem cargo no governo federal, os ex-prefeitos Marta Suplicy, de São Paulo, João Paulo, do Recife, e Fernando Pimentel, de Belo Horizonte, receberam pedido de Lula para colaborar e coordenar em suas regiões a campanha de Dilma. Ao mesmo tempo, Lula conseguiu, com o convite, se livrar dos pedidos dos três por espaço na máquina federal, segundo assessores. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG