Funcionários do MP do Pará são transferidos de prédio

Decisão foi tomara após o desabamento de construção com mais de 30 andares

AE |

selo

Após investigar o desabamento do edifício Real Class, de cerca de 30 andares, ocorrido no último sábado, 29, no Pará, o Ministério Público do Estado (MPE) está removendo seus funcionários de um dos prédios administrativos.

Segundo o MP, o prédio localizado na Rua Ângelo Custódio, que abriga as promotorias de Justiça Constitucional, apresentou um problema de estrutura em seu piso de madeira, e o próprio Departamento de Obras e Manutenção do Ministério Público do Estado atestou a sobrecarga, porém, sem risco iminente de desabamento.

Por conta desse relatório, foi determinado pela Procuradoria-Geral de Justiça a "imediata desocupação do referido prédio e a consequente transferência dos membros e servidores que ali desempenham suas funções para outro prédio localizado à Travessa Joaquim Távora nº 509, onde funcionarão até que se finalize a substituição da referida laje".

Segundo o MPE, foi determinada a instauração de procedimento administrativo preliminar, visando atestar, com amparo em perícias técnicas, as condições estruturais de todos os prédios do Ministério Público do Estado do Pará localizados na cidade de Belém.

    Leia tudo sobre: ministério públicoparádesabamento

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG