Funcionários da Sabesp mantém greve em São Paulo

Os trabalhadores da Sabesp, que estão em greve desde sexta-feira em razão do não pagamento da Participação nos Lucros e/ou Resultados (PLR) de 2009 em sua totalidade, aprovaram hoje a manutenção da paralisação.De acordo com nota divulgada pelo Sindicato dos Trabalhadores em ¿?gua, Esgoto e Meio Ambiente do Estado de São Paulo (Sintaema), o protesto seguido de assembleia reuniu cerca de mil trabalhadores em frente à sede da companhia, em Pinheiros.

iG São Paulo |

Os trabalhadores da Sabesp, que estão em greve desde sexta-feira em razão do não pagamento da Participação nos Lucros e/ou Resultados (PLR) de 2009 em sua totalidade, aprovaram hoje a manutenção da paralisação.

De acordo com nota divulgada pelo Sindicato dos Trabalhadores em ¿?gua, Esgoto e Meio Ambiente do Estado de São Paulo (Sintaema), o protesto seguido de assembleia reuniu cerca de mil trabalhadores em frente à sede da companhia, em Pinheiros.

O presidente da empresa, Gesner Oliveira, recebeu as entidades durante o protesto e pediu um prazo até o final da tarde de amanhã, alegando que precisa levar a reivindicação à Comissão de Política Salarial do governo estadual.

A adesão à greve está em torno de 70% dos trabalhadores, segundo os sindicalistas. Uma nova assembleia para avaliar a proposta da companhia será realizada amanhã.

A Sabesp, responsável pelo abastecimento de água em São Paulo, informou que as operações básicas de atendimento aos consumidores não foi prejudicada pelo movimento.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG