Funcionária de lotérica é ouvida no Rio Grande do Sul

Uma funcionária da lotérica Esquina da Sorte, em Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul, depôs nesta quinta-feira. A lotérica é investigada por não registrar um bolão ganhador do prêmio da Mega-Sena do último sábado.

Agência Estado |

Segundo depoimento do proprietário do estabelecimento, José Paulo Abend, feito na tarde desta quarta-feira para o delegado Clovis Nei da Silva, a funcionária da lotérica se esqueceu de registrar a aposta, que seria sorteada no concurso 1.155. De acordo com o delegado, durante o depoimento, o dono da lotérica também acusou a funcionária de não registrar outros dois bolões.


Funcionária chega à 2º Delegacia de Polícia do município / AE

Abend entregou, segundo o delegado, um vídeo da lotérica mostrando uma funcionária no interior de uma sala que, supostamente, seria de a lotérica. Ela remexe em alguns papéis em uma gaveta. De acordo com o delegado, que já viu as imagens, a suposta funcionária coloca as mãos na cabeça após olhar para o interior da gaveta, com horário por volta das 21 horas do sábado, pouco tempo depois do sorteio da Mega-Sena.
Para o delegado, ainda não é possível definir por meio desse vídeo se ela realmente esqueceu ou não de registrar os bolões, versão dada pelo proprietário. Além da funcionária, o delegado também pretende ouvir outros funcionários da lotérica e mais algumas das vítimas.


AE
Frustrados, apostadores reivindicam prêmio de R$ 53 milhões


Abend disse que também foi prejudicado pela aposta não feita nos números da Mega-Sena sorteados no sábado pela Caixa Econômica Federal. "Estou me sentindo envergonhado, lesado, sou uma das vítimas", lamentou, ao sair da 2ª Delegacia de Polícia Civil de Novo Hamburgo.

Leia mais sobre Mega-Sena .

    Leia tudo sobre: mega-sena

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG