Fuga em presídio de segurança máxima no interior de SP

Três presos conseguiram fugir hoje à tarde da P 2 de Presidente Venceslau, presídio de segurança máxima no oeste paulista. Os fugitivos escaparam usando uma corda conhecida como Teresa, feita com lençóis.

Agência Estado |

A Polícia Militar procura os fugitivos e fez a recontagem dos detentos no fim da tarde. A penitenciária abriga presos de alta periculosidade, entre eles alguns líderes do Primeiro Comando da Capital (PCC). Um deles é Marcos Willian Camacho, o Marcola.

Há dificuldades para se obter informações sobre a fuga. "Não temos autorização neste momento para dar informação a respeito da fuga", resumiu, irritado, o agente penitenciário Amaury Silva. Segundo ele, a direção do presídio estava reunida para analisar a situação. Por meio da Assessoria de Imprensa, a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) limitou-se a informar que vai apurar em que circunstâncias ocorreu a fuga. A SAP não divulgou os nomes dos fugitivos e nem confirmou se há líderes do PCC entre eles.

    Leia tudo sobre: presidente venceslau

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG