A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) Pernambuco está avaliando um teste que pode dar mais segurança a pacientes com artrite reumatóide com indicação de uso do medicamento anti-TNF, que diminui a resistência do organismo a infecções, como a tuberculose. Segundo a Agência Friocruz, o exame T.

SPOT.TB, que já é usado na Inglaterra e na França, oferece um diagnóstico mais específico de tuberculose (TB) latente em pacientes com artrite rematóide do que o teste convencional da TB, o PPD.

A vantagem, de acordo com a Agência Fiocruz, é a certeza sobre o diagnóstico da tuberculose, doença que mata 6 milhões de brasileiros por ano, segundo o Ministério da Saúde. Apesar de já ser usado na Europa, o T.SPOT.TB nunca foi testado em área endêmica para a doença. O exame convencional PPD já é obrigatório para todos os pacientes com artrite reumatóide que usarão um medicamento anti-TNF. Ainda assim, existem casos de falso diagnóstico a partir desse teste.

A artrite reumatóide é uma doença reumatóide crônica que ocorre entre os 30 e os 50 anos. É mais comum em mulheres e se caracteriza pelo comprometimento das articulações periféricas (mãos, pés, joelhos, cotovelos e punhos). A causa é desconhecida e o tratamento é feito com medicação e fisioterapia. Entre 0,5% e 1% da população mundial é acometida pela doença.

AE

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.