Frigorífico em SP é acusado de reaproveitar alimentos

Uma denúncia enviada ao Grupo de Atuação Especial de Repressão e Prevenção ao Crime Organizado (Gaeco) levou ontem o Ministério Público Estadual, a Polícia Militar e a Vigilância Sanitária a um frigorífico no Ipiranga, zona sul de São Paulo, acusado de reaproveitar alimentos embutidos estragados. Segundo a Promotoria, produtos como lingüiça, bacon e salsicha passavam por uma lavagem com ácido, que lhes dava a aparência de próprios para o consumo.

Agência Estado |

Os alimentos, a maior parte em estado de putrefação, eram embalados novamente e vendidos. Toda a mercadoria, que estava estocada em uma câmara fria, foi apreendida na operação. Até o final da noite de ontem, a polícia ainda não tinha o total apreendido. Os responsáveis pela empresa foram levados ao 95º Distrito Policial (Ipiranga). Segundo a polícia, eles devem ser indiciados por crime contra a relação de consumo e contra a saúde pública. A reportagem não teve acesso a eles. As informações são do Jornal da Tarde .

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG