Frigorífico deixará de comprar gado de áreas desmatadas

Depois de Minerva, Marfrig e Bertin, hoje foi a vez da JBS assumir o compromisso de não comprar animais de áreas desmatadas do bioma amazônico. Em comunicado, a empresa informa que, a partir do acordo firmado com o Greenpeace, passará a adotar a política de Desmatamento Zero na Amazônia para toda sua cadeia de suprimentos e a rejeição a produtos provenientes de fazendas envolvidas na invasão de terras indígenas e áreas protegidas.

Agência Estado |

Segundo o comunicado, a JBS passará a comprar gado apenas de fazendas formalmente comprometidas com a adoção de um sistema de rastreabilidade de produção que, além das exigências atuais, incluam exigências ambientais destinadas a eliminar o desmatamento. "A JBS informará aos seus fornecedores todos os requisitos básicos e os que não cumprirem esses critérios serão excluídos da lista de fornecedores", diz a nota assinada pelo diretor de Relações com Investidor, Jeremiah O'Callaghan.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG