França: um mês de prisão para cego que dirigia bêbado

Um cego, detido pela polícia por estar conduzindo um carro em estado de embriaguez, foi condenado nesta sexta-feira a um mês de prisão e 500 euros de multa por um tribunal francês.

AFP |

O proprietário do carro, que estava sentado no banco do carona na hora da ocorrência, foi condenado à mesma pena e teve a carteira apreendida por cinco meses. Ele também estava bêbado.

Os dois foram detidos dia 25 de julho às 03H00 numa estrada pouco movimentada de Neuves-Maisons, no leste da França.

A patrulha foi alertada pelos ziguezagues feitos pelo veículo a toda velocidade na pista.

Quando foi parado, o motorista disse que era cego. No teste com o bafômetro, a polícia descobriu que os dois estavam embriagados.

O motorista, um jornalista de 29 anos, explicou ao tribunal que a idéia de dirigir foi dele. "Eu queria muito dirigir", declarou.

"Nós nos deixamos levar por este momento de cumplicidade. Ele estava feliz quando ele estava dirigindo", completou o co-piloto, um fotógrafo de 52 anos, que estava com uma mão no volante, outra no freio de mão no momento da ocorrência. "Estava muito atento na estrada", acrescentou.

"O senhor estava com a taxa de álcool duas vezes maior que a permitida por lei. Isto não lhe dá nenhuma credibilidade", respondeu-lhe o presidente do tribunal.

    Leia tudo sobre: frança

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG