França abrigará exposição inédita na Europa sobre o 11 de Setembro

Paris, 8 abr (EFE).- A cidade francesa de Caen será a primeira de toda a Europa a sediar uma mostra que reunirá objetos encontrados pelo FBI (Polícia Federal americana) entre os escombros das Torres Gêmeas de Nova York, alvos dos atentados de 11 de setembro de 2001 nos Estados Unidos.

EFE |

Segundo a organização, a mostra terá o nome "11 septembre 2001, a global moment" ("11 de setembro de 2001, um momento global", em tradução livre) e será aberta ao público a partir de 6 de junho no Memorial de Caen.

Entre os objetos da exposição estão chaveiros de alguns dos quase 3.000 mortos no atentado, além de um carro da Polícia de Nova York danificado no incidente.

"Todo mundo lembra onde estava no momento dos atentados de 11 de setembro", afirmou em entrevista coletiva o diretor de exposições do New York State Museum, Mark Schaming, que co-organiza a mostra.

Schaming ressaltou a importância simbólica de objetos como uma placa metálica com o número 78, de um dos elevadores do respectivo piso da Torre Sul - onde o segundo avião colidiu.

A mostra também passará por outras cidades européias, que ainda não foram definidas. Em Caen, ficará até novembro.

Dividida em três partes, a exposição reconstrói também os perfis de algumas das vítimas, a cronologia dos ataques, o itinerário "em solo americano" de diversos passageiros dos aviões e as primeiras reações geradas pelos atentados dentro e fora dos Estados Unidos.

EFE jaf/dp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG