Fracasso do Enem prejudica o Brasil, diz Serra

O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), avaliou hoje o adiamento do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como um fracasso, devido ao vazamento do conteúdo das provas. O fracasso deste Enem prejudica muito o Brasil, afirmou o governador, após participar da 3ª Feira Tecnológica do Centro Paula Souza, na capital paulista.

Agência Estado |

Serra fez questão de chamar para o seu secretário de Educação, Paulo Renato Souza, os créditos pela criação do sistema de avaliação.

"Paulo Renato foi quem criou o Enem no Brasil, portanto estamos disponíveis a colaborar com o governo federal para a realização das provas, independentemente da coloração partidária", ofereceu. Nesta tarde, o Ministério da Educação anunciou as novas datas do exame: 5 e 6 de dezembro.

O governador alfinetou a organização do Enem no Estado, coordenada pelo Ministério da Educação. "No Enem que não aconteceu, a gente estava colaborando na segurança e na localização dos locais de prova, que eram um pouco precários em São Paulo", disse.

Serra participou no início desta terça-feira da abertura da Feira Tecnológica, que expõe projetos de alunos das Escolas Técnicas Estaduais (Etecs) e das Faculdades de Tecnologia (Fatecs) do Estado. A exposição conta com 236 trabalhos dos estudantes, que concorrerão a prêmios no final da mostra, na quinta-feira. O governador percorreu os stands e tirou dezenas de fotografias com os alunos.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG