Fotógrafos negam roubo de fotos de Marylin Monroe nua

NOVA YORK ¿ Dois fotógrafos processados por devolverem fotos da atriz Marylin Monroe nua negaram nesta quarta-feira que tenham roubado as imagens e alegaram tê-las encontrado em uma lata de lixo.

Reuters |

Os fotógrafos estão sendo processados por Bert Stern, que detém os direitos de milhares imagens de Monroe. Ele fez as sete imagens em questão em 1962 e as emprestou à Eros Magazine, de acordo com o processo arquivado no mês passado na Corte Suprema do Estado de Nova York.

As imagens nunca foram devolvidas, e Stern disse que não havia dado falta até o dia em que foi abordado por Donald Penny e Michael Weiss, que tinham as fotos e queriam licenciá-las.

"Essas fotos foram jogadas fora há mais de 30 anos e foram achadas em uma pilha de lixo nos anos 70", disse Jamie Brickell, um advogado para Weiss e Penny. "A reivindicação de Stern que algo foi levado ou roubado dele é completamente falsa", disse Brickell em nota.

As fotos foram feitas no que foi chamado de "o último ensaio". Monroe morreu seis semanas depois, com 36 anos. O processo pede o retorno das fotos e mais 1 milhão de dólares e punições não especificadas por renda perdida.

(Reportagem de Edith Honan)

Leia mais sobre: Marylin Monroe

    Leia tudo sobre: marilyn monroemarylin monroe

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG