Fortes deve visitar SC para verificar estragos da chuva

O ministro das Cidades, Márcio Fortes, afirmou que estará nos próximos dias em Santa Catarina para verificar os danos decorrentes das fortes chuvas que atingiram a região e que provocaram até momento 97 mortes, de acordo com informações da Defesa Civil estadual. Estarei lá com equipes de quatro secretarias - Habitação, Saneamento, Programas Urbanos e Mobilidade -, para um levantamento do que será necessário fazer para uma ação coordenada com o Estado de Santa Catarina e municípios, comentou.

Agência Estado |

Fortes destacou que sua pasta atuará num segundo momento, após a adoção das medidas emergenciais, especialmente para recuperar as casas afetadas pelas chuvas, construir novas residências e tratar dos sistemas de saneamento. O ministro ressaltou que terá como prioridade definir quais são as áreas que vão requerer a construção imediata de casas, pois, em algumas localidades, isso não é possível no momento, em razão dos estragos provocadas pelas enchentes. "Temos que deixar a água assentar, verificando os terrenos que serão disponibilizados pelos Estados e prefeituras a fim de definir os projetos. As pessoas estão necessitando de água alimentos e abrigo e as pontes precisam ser recuperadas", disse. Segundo o ministro, também serão analisados programas para a área de drenagem.

Também presente em evento na capital paulista, o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, destacou que, do montante de R$ 1,6 bilhão liberado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva por meio de medida provisória para medidas emergenciais, R$ 1 bilhão será destinado somente para Santa Catarina. Ele informou que o governo está fazendo um levantamento dos impactos das chuvas sobre o Estado "na medida do possível", pois salientou que há estradas sob as águas. Segundo ele, o governo estuda adotar um programa no curto prazo para recuperar as estradas vicinais de Santa Catarina, que vai requerer um trabalho em conjunto com o governo do Estado de Santa Catarina e vários municípios.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG