Três pessoas morreram no início da noite de ontem por causa do temporal de cerca de uma hora que castigou a Região Metropolitana do Rio. Vanessa Gomes de Carvalho, de 13 anos, e Gabriel Magalhães, de 14 anos, ambos moradores da favela da Rocinha, morreram afogados após terem sido arrastados por uma forte correnteza que se formou na cachoeira conhecida como Paraíso, no bairro de Itanhangá, na zona oeste do Rio.

Em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, Leandro Andrade da Silva, de 25 anos, morreu após ter sido atingido por um raio.

Segundo testemunhas, o casal de adolescentes brincava no alto da cachoeira, mas caiu e foi levado pela enxurrada. Vanessa chegou a ser resgatada com vida, mas não resistiu. Gabriel foi encontrado morto. O enterro dos dois está marcado para às 17 horas deste sábado, no Cemitério São João Batista, no bairro de Botafogo, zona sul do Rio.

O homem que morreu atingido por um raio era eletricista e estava trabalhando num aterro sanitário do bairro Jardim Gramacho. Ele foi socorrido por amigos e encaminhado ao Hospital Saracuruna, próximo ao local do acidente, mas sofreu uma parada cardíaca e chegou morto ao hospital.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.