Fortes chuvas causam oito mortes em Pernambuco

Enxurrada que atingiram o Estado no sábado causaram pelo menos 48 deslizamentos e afetaram transporte e prestação de serviços

EFE e AE |

Pelo menos oito pessoas morreram devido às fortes chuvas registradas nas últimas horas em Pernambuco, sete delas em deslizamentos.

Em Olinda, no bairro de Aguazinha, um deslizamento matou duas crianças, identificadas como Vítor e Carolina, de acordo com a Coordenadoria de Defesa Civil de Pernambuco (Codecipe). Lá também, a menina Gabriela Santos, de 13 anos, caiu em um bueiro aberto, em uma rua alagada, no bairro de Bairro Novo, na noite de sábado. Seu corpo foi encontrado domingo pela manhã.

Um outro deslizamento próximo ao quilômetro 3 da Estrada de Aldeia, município metropolitano de Camaragibe, soterrou uma casa na noite de sábado. Morreram Josefa da Conceição, 52 anos, seus netos Letícia (7) e Paulo Sérgio (15) e sua nora Elisabete Barbosa, de 33 anos. Outras duas pessoas da família ficaram feridas. Um outro deslizamento de barreira, ocorrido na manhã de domingo no bairro do Vasco da Gama, zona norte do Recife, matou Rodrigo Firmino de Almeida, de 23 anos.

As chuvas de desde a sexta-feira também levaram à interdição da BR-101 em dois pontos: nos dois sentidos no quilômetro 61, na região metropolitana, por conta de alagamento, e no sentido João Pessoa-Recife, no quilômetro 9, no município de Goiana, de acordo coma Polícia Rodoviária Federal (PRF).

As chuvas que atingiram a região desde sábado, causaram pelo menos 48 deslizamentos no Estado e afetaram o transporte e a prestação de alguns serviços públicos. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) indicou que céu nublado e as chuvas moderadas na região continuarão durante esta semana. Em abril, 50 cidades de Pernambuco foram afetadas pelas chuvas e nove delas declararam estado de emergência durante vários dias, com cerca de 15 mil pessoas atingidas.

    Leia tudo sobre: Pernambucochuvastempo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG