Forró brasileiro invade Festival de Jazz de Montreux

O tradicional Festival de Jazz de Montreux, na Suíça, mostra muita ousadia nesta 42ª edição, que vai até dia 19, ao tirar de cena por algumas noites os mestres do jazz para dar lugar ao forró. Hoje, aos pés dos Alpes suíços, um vaqueiro que toca pelas noites da Paraíba e um grupo que anima casamentos e batizados estarão entre os convidados ao palco que consagrou B.

Agência Estado |

B. King, João Gilberto, Quincy Jones e outros monstros da música mundial.

A "Forró Night", como está sendo chamada, terá ainda Chico César, Flávio José, Hamilton de Holanda, Pinto do Acordeon, Aleijadinho de Pombal e Trio Tamanduá. O músico francês Richard Galliano - que por quase uma década acompanhou Astor Piazzolla - também fará parte do show com seu acordeon, ao lado dos artistas brasileiros. Os ingressos, praticamente esgotados, não saem por menos de R$ 150.

Ontem, Chico César já abriu o fim de semana brasileiro no festival com um workshop sobre a história do forró. A direção de Montreux afirma que, ao trazer o forró, quer mostrar as outras caras do Brasil. Será a primeira vez que o evento vai dedicar espaço ao gênero e, para ir às suas raízes, não poupou em criatividade. Chamou o Trio Tamanduá, tradicional "pé-de-serra" que toca de casamentos a batizados na Paraíba, e tem entre seus integrantes um músico que é vaqueiro de dia e cantor de noite. Mas o mestre da noite será mesmo Chico César.

O festival também não deixa de lado seus tradicionais convidados. Gilberto Gil volta aos palcos suíços amanhã, com Mart'Nália e Elba Ramalho. No domingo, João Bosco, Milton Nascimento e Trio Jobim estarão no palco tido como um dos mais importantes da Europa. Neste ano, Lenny Kravitz, Chick Corea, Deep Purple, Buddy Guy, Paul Simon e Gary Moore também estarão entre as atrações. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG