Por Dean Goodman LOS ANGELES (Reuters) - Os quatro integrantes da formação original da banda Janes Addiction se apresentaram pela primeira vez em 17 anos na noite de quarta-feira, deixando as diferenças de lado para receber um prêmio pelo conjunto da obra.

O cantor Perry Farrell, o guitarrista Dave Navarro e o baterista Stephen Perkins subiram ao palco da primeira edição do NME Awards, em Los Angeles, com o baixista Eric Avery, que se recusou a tocar com a banda desde o seu primeiro rompimento, em setembro de 1991.

Eles tocaram quatro músicas, incluindo 'Mountain Song' e uma versão acústica de 'Jane Says', para uma animada platéia de cerca de 400 pessoas no El Rey Theatre.

'Conseguimos e estou muito feliz por estar aqui', disse Farrell, conversando com o público entre um gole e outro de vinho.

A banda recebeu o prêmio Godlike Genius (Gênio Divino) -- um troféu em forma de punho com o dedo do meio em riste -- por sua contribuição para o desenvolvimento do rock alternativo.

O Jane's Addiction surgiu na cena underground de Los Angeles nos anos 1980. Eles gravaram apenas três discos e dominaram as rádios com canções como 'Been Caught Stealing'.

Mas as brigas influenciadas pelas drogas levaram o grupo a se desmanchar. A banda se reuniu em 1997, e o baixista do Red Hot Chili Peppers, Flea, foi o primeiro de muitos substitutos de Avery.

Entre os vencedores do prêmio NME, estão The Killers, como melhor banda, e Foo Fighters, por melhor disco.

'Provavelmente, vou levar isso ao meu proctologista', disse Dave Grohl, vocalista do Foo Fighters, referindo-se à estatueta.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.