Força tarefa vai garantir segurança do Enem, diz Haddad

Ao anunciar nesta tarde as novas datas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) - 5 e 6 de dezembro -, o ministro da Educação, Fernando Haddad, anunciou que foi criada uma força tarefa para acompanhar as provas e evitar que haja vazamento do documento ou qualquer outro problema no esquema de segurança. Segundo o ministro, a força-tarefa será integrada pelo novo consórcio (Cesgranrio e CESP) responsável pela elaboração das provas, pela Polícia Federal, que será responsável pelo monitoramento da segurança em todas as fases do Enem, e pela Empresa de Correios e Telégrafos (ECT), que se encarregará da logística de distribuição das provas nos mais de 1800 municípios onde será realizada.

Agência Estado |

De acordo com o ministro, a ECT adotará um esquema especial de distribuição das provas semelhante ao utilizado nas eleições gerais no país, quando faz a distribuição de urnas eletrônicas. "Estamos adotando todos os dispositivos de segurança para que os alunos façam a prova com tranquilidade", disse o ministro.

Além da Polícia Federal, o ministério da Justiça deverá eventualmente acionar a Força Nacional de Segurança Pública. Haddad agradeceu a oferta feita pelo Exército e pelo Ministério da Defesa e disse que, se necessário, aceitará a ajuda, mas por enquanto não é necessária.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG