Força Sindical diz que Serra é intransigente, irresponsável e quer ajudar Kassab

SÃO PAULO - João Carlos Gonçalves, secretário-geral da Força Sindical, criticou o governador do Estado de São Paulo, José Serra (PSDB). Ele disse que o tucano é intransigente, irresponsável e quer ajudar seu candidato nas eleições municipais em São Paulo, Gilberto Kassab (DEM). Serra ligou a participação da central nas manifestações da polícia civil à disputa na capital paulista.

Redação |

O governador está transformando um confronto trabalhista em um confronto político-partidário, disse Juruna, como Gonçalves é mais conhecido, ao iG. Ele é intransigente, precisa assumir sua responsabilidade e não desviar do assunto, conclui ele, que devolve a provocação. Com essa declaração, o Serra quer é ajudar o Kassab.

Em São Paulo, a Força Sindical apoia a candidata do PT à prefeitura, Marta Suplicy. Serra trabalha pela reeleição de Kassab, do DEM. Durante o tempo em que ficou na prefeitura, entre 2005 e 2006, Serra era aliado do PDT, sigla que abriga vários dirigentes da Força Sindical.

Juruna afirma que tentou negociar com o secretário da Casa Civil do Estado, Aloysio Nunes Ferreira, uma saída pacífica para os pedidos dos policiais. O dirigente sindical diz que o governo do Estado se recusou. Segundo Juruna, o máximo consentido pelos representantes do governo foi estabelecer limites para a manifestação dos policiais.

Serra está tentando justificar sua intransigência, jogando o confronto para o campo político e eleitoral, o que é um erro, afirma Juruna.

    Leia tudo sobre: força sindicalkassabmarta suplicy

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG