Foragido de uma penitenciária desde o início do ano passado, um homem de 29 anos ligou para a Polícia Militar e pediu para ser preso, no final da tarde desta terça-feira, em Sorocaba. Ele alegou que estava doente e não conseguia tratamento no sistema público de saúde.

"Sou Reginaldo Pezzini, uma pessoa que vocês estão procurando", disse, por telefone, ao policial plantonista. Inicialmente, o policial achou que era trote, mas depois de algumas checagens, encaminhou uma viatura para o endereço dado por Pezzini.

O homem esperava no portão e, depois de ser revistado, entrou na viatura. Ele cumpria pena por roubo, furto e desacato na Penitenciária de Itirapina, região de Araraquara. Em abril do ano passado, beneficiado pelo indulto da Páscoa, foi visitar a mãe em Sorocaba e não retornou.

Ele contou aos policiais que, na penitenciária, tem garantido o tratamento médico que não conseguiu no sistema de saúde pública de Sorocaba. Pezzini foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória (CDP), onde aguarda remoção para uma penitenciária. Ele tem ainda seis anos de prisão para cumprir.

Leia mais sobre: preso

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.