O líder do governo na Câmara, Henrique Fontana (PT-RS), afirmou hoje que a oposição tem um canal privilegiado no Palácio do Planalto, por onde estariam vazando informações sigilosas dos cartões corporativos. Vejo cada vez mais a mão da oposição na tese do dossiê para fazer luta política e desestabilizar a ministra Dilma Rousseff (da Casa Civil), afirmou Fontana, referindo-se ao dossiê que teria saído da Casa Civil, com gastos do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

"Qual o canal privilegiado que os parlamentares de oposição têm dentro da Presidência?", questionou Fontana.

Para ele, é muita coincidência os vazamentos de informações do Palácio do Planalto pelos órgãos de imprensa. "A (revista) Veja é inimiga do governo", acrescentou, referindo-se à revista semanal, que foi a primeira divulgar os gastos sigilosos do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Em relação à criação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) exclusiva no Senado, o líder governista classificou como "ridícula" a iniciativa da oposição de instalar essa comissão. "Isso beira o ridículo. Não sei onde a oposição quer chegar", afirmou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.