Fogo deixou 157 famílias desabrigadas no litoral de SP

O incêndio que na noite de ontem atingiu uma das maiores favelas da Baixada Santista, a México 70, deixou 157 famílias desabrigadas, segundo cadastro da Prefeitura Municipal de São Vicente. Trinta homens do Corpo de Bombeiros, com o apoio de 11 viaturas, trabalharam por pouco mais de 3h30 para controlar o fogo nas palafitas.

Agência Estado |

Não houve feridos.

De acordo com o secretário de Habitação de São Vicente, Brito Coelho, a área atingida - cerca de 10% da favela - está dentro do projeto do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) que urbanizará o bairro e construirá moradias para 1.664 famílias. "É um programa com verbas da União, Estado e município que está na fase de conclusão do licenciamento ambiental, depois disso vamos abrir a licitação", disse o secretário, afirmando que o destino imediato dos desabrigados ainda está indefinido.

"Há o empenho do prefeito (reeleito Tércio Garcia, do PSB) para encontrar a solução mais rápida para esse problema, mas depende de tratativas com as esferas estadual e federal", disse Brito. Por enquanto, 50 famílias - ou 66 pessoas - estão abrigadas na escola municipal Prof. Lúcio Martins Rodrigues. As demais foram para a casa de parentes e amigos.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG