A organização da Flip, Festa Literária Internacional de Paraty, anunciou hoje mais dois autores para a edição 2010. O inglês William Boyd e o israelense Abraham B. Yehoshua estão confirmados no evento, que, em função da Copa do Mundo, acontece entre 4 e 8 de agosto.

Esperado em Paraty desde 2007, Boyd já publicou dez romances, três coletâneas de contos e uma coletânea de textos de não-ficção. Desde 1983 membro da Sociedade Real de Literatura Inglesa, o escritor trabalhou foi crítico de TV da revista The New Statesman e professor de romance contemporâneo na Universidade de Oxford. Em catálogo no Brasil, todos pela editora Rocco, estão "A Tarde Azul", "As Aventuras de um Coração Humano", "Fuga", "Armadilho" e "O Destino de Amelie X".

Yehoshua, por sua vez, tem quatro livros publicados no país: "A mulher de Jerusalém" (2008), "A noiva libertada" (2007), "Viagem ao Fim do Milênio" (2001) e "Shiva" (2000). Traduzido para 28 idiomas, o professor da Universidade de Haifa é autor de romances, contos, peças e ensaios. Em 2007, o romance "Five Seasons" foi considerado um dos dez livros mais importantes desde a criação do Estado de Israel.

O jornal O Estado de S. Paulo apurou que a inglesa Hilary Mantel , ganhadora no ano passado do Man Booker Prize, o prestigiado prêmio literário em língua inglesa, deve ser anunciada em breve pela organização.

Até o momento, também estão confirmados o irlandês Colum McCann e, pela segunda vez na Flip, o anglo-indiano Salman Rushdie. Neste ano, o homenageado será o sociólogo Gilberto Freyre, autor de clássicos como "Casa-Grande e Senzala" (1933). A obra de Freyre será recuperada, dará origem a debates e o autor terá até um livro inédito publicado, chamado "De Menino a Homem".

Leia mais sobre: Flip

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.