Flamengo goleia Palmeiras e sobe no Brasileirão

O Flamengo goleou o Palmeiras por 5 a 2 neste domingo, no Maracanã, e conseguiu um resultado importante para a briga por uma vaga na Libertadores: com 63 pontos, voltou ao G-4 e defende sua posição diante do Cruzeiro, no domingo que vem, no Mineirão. Para o time paulista, o resultado foi uma catástrofe, pois deixou o time fora do G-4, na quinta posição, praticamente sem chances de disputar o título - e a crise que estourou após a derrota do último domingo, contra o Grêmio, tende a aumentar.

Agência Estado |

Devido às falhas nos últimos jogos, os jogadores do Palmeiras entraram com a meta de cometer o menor número de erros possível neste domingo. Não deu certo, e uma desorganização na marcação possibilitou ao Flamengo abrir o placar logo aos 2 minutos, quando Kleberson fez boa jogada pela direita e cruzou para Marcelinho Paraíba desviar para o fundo das redes de Marcos.

O gol precoce deixou Luxemburgo irritado, sem se deixar atrapalhar pelo braço direito na tipóia - ele sofreu uma luxação no tumulto de sexta-feira, quando discutiu com membros da Mancha Alviverde antes do embarque para o Rio, no Aeroporto de Congonhas.

Para acalmar o treinador, o empate do Palmeiras surgiu logo aos 11 minutos. Jaílton deu carrinho e derrubou o atacante Kléber dentro da área: pênalti que o artilheiro do time na temporada, Alex Mineiro, não desperdiçou a oportunidade e mandou no cantinho direito de Bruno.

Após obter a igualdade, o Palmeiras passou a controlar o jogo, mas um novo erro fez com que o clube fosse para o intervalo em desvantagem. Aos 21 minutos, Obina cobrou falta rapidamente para Fábio Luciano. O zagueiro passou para Marcelinho Paraíba, que encontrou Ibson na pequena área - ele ganhou dos marcadores palmeirenses e chutou para o fundo do gol.

Luxemburgo e os jogadores do Palmeiras reclamaram de irregularidade no lance. A alegação foi de que Obina adiantou a bola em cerca de 10 metros para cobrar a falta no meio-campo. Leonardo Gaciba, no entanto, validou o gol.

No segundo tempo, embora a expectativa fosse que o Palmeiras voltasse mais ofensivo, foi o Flamengo que procurou o ataque. Obina perdeu duas grandes chances em cinco minutos. O atacante não estava iluminado no jogo, e quem brilhou mesmo pelo Flamengo foi Ibson, que deu show e acabou com a marcação dos três zagueiros do time paulista.

Aos 11 minutos, Kleberson tocou para Ibson. Com liberdade, o meia bateu no ângulo do goleiro Marcos e marcou um lindo gol. O Palmeiras ameaçou uma reação minutos depois: Martinez fez cruzamento e o atacante Kléber, o melhor da equipe em campo, meteu de cabeça para o fundo das redes.

Mas não passou de um susto para os cariocas. Aos 19 minutos, Ibson marcou o terceiro dele no jogo e o mais bonito da partida. Em contra-ataque, o jogador aproveitou cruzamento de Kleberson e tocou de letra para o gol de Marcos. O Palmeiras se desestruturou no jogo e se tornou presa fácil. O Flamengo matou a partida aos 25 minutos. Em outro contra-ataque, o zagueiro Fábio Luciano cruzou para o meio da área. Kleberson, totalmente livre, só teve o trabalho de empurrar para o gol.

Ficha técnica

Flamengo 5 x 2 Palmeiras

Flamengo - Bruno; Leonardo Moura, Fábio Luciano, Ronaldo Angelim e Juan (Everton); Jaílton, Airton, Ibson (Maxi Biancucci) e Kleberson; Marcelinho Paraíba (Toró) e Obina. Técnico: Caio Júnior.

Palmeiras - Marcos; Gustavo, Roque Júnior e Martinez (Sandro Silva); Fabinho Capixaba (Evandro), Pierre, Jumar (Maicosuel), Diego Souza e Leandro; Kléber e Alex Mineiro. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Gols - Marcelinho Paraíba, aos 2, Alex Mineiro (pênalti), aos 12, e Ibson, aos 20 minutos do primeiro tempo; Ibson, aos 10, Kléber, aos 15, Ibson, aos 19, e Kleberson, aos 25 minutos do segundo tempo.

Árbitro - Leonardo Gaciba (Fifa-RS).
Cartões amarelos - Airton e Obina (Flamengo); Gustavo (Palmeiras).
Renda -
Público: 59.678
Local - Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG