Fim de ano altera horário de congestionamentos em SP

SÃO PAULO - O movimento nos centros comerciais e o início das férias escolares mudam o perfil do congestionamento de São Paulo nesta época do ano: a lentidão diminui na hora do rush e aumenta fora do horário do rodízio, das 10 às 17 horas. Nos últimos dois anos, entre outubro e dezembro, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) registrou crescimento médio de 10,7% nos índices de congestionamento no período.

Agência Estado |

Nos picos da manhã e da tarde houve queda de 17% e 7%, respectivamente. Ontem, às 15 horas, os motoristas enfrentaram 133 km de lentidão, antes da chuva.

Para quem estuda o tráfego, esse é um claro sinal de que o trânsito reflete a vida da população. Agora, parte das atividades começam a parar, ao mesmo tempo que as pessoas têm de tomar providências para o fim do ano, reformar a casa, fazer compras, diz o engenheiro de tráfego e ex-técnico da CET Sérgio Ejzenberg.

O consultor de trânsito Horácio Figueira também define a mudança como resultado de uma migração das viagens. Os deslocamentos para a escola ou para o trabalho são escravos dos horários de pico. Sem eles no mês de dezembro, a hora do rush fica mais tranqüila. Uma pessoa só vai sair às 7 horas para fazer compras se quiser ser a primeira na 25 de Março, brinca Figueira. Os shoppings funcionam até tarde. É também à noite que as pessoas vão ver as decorações de Natal, diz. Mas congestionamento noturno não é monitorado. As informações são do jornal "O Estado de S. Paulo".

Leia mais sobre: trânsito

    Leia tudo sobre: transito

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG