Filosofia zen na cabeça e no estômago Por Equipe AE São Paulo, 28 (AE) - Comer como um abade é coisa dita no Ocidente, quando nos refestelamos na boa mesa. Já comer como um monge, não como dito, mas como prática, parece universal.

A cozinha dos mosteiros budistas, que aparece neste "O Zen na cozinha, da monja Gyoku En, mostra muita austeridade e rigor - uma comida mais preocupada com a educação e aperfeiçoamento do espírito que com delícias para o corpo, em nada distante do monasticismo de origem européia.

Mesmo com toda essa ascese, o comentário sobre o livro cabe num suplemento de gastronomia, pois o "caminho" dos sabores é capaz de aumentar o gosto por comer, pedindo atenção aos aspectos mais negligenciados no nosso labirinto alimentar cotidiano. Não é exagero dizer que a culinária shôjin é uma espécie de slow food ao pé da letra.

Uma frase como "o coração da culinária shôjin é a maneira de cozinhar e a apresentação dos pratos, simples mas refinados" tirada do livro, seria adequada na boca de um luminar da nouvelle cuisine. Ou mesmo na de um cultor dos produtos e do respeito aos sabores originais da natureza, como alguns chefs atuais como Pascal Barbot, Alain Passard ou Andoni Luis Aduriz. Nenhum destes estaria desconfortável no papel de cozinheiro zen, prática codificada em 1237 no Tenzô Kyokun (´Instruções ao Cozinheiro Zen´) do monge Dôgen. Ali está toda a base de formação dos futuros chefs budistas, se é que cabe chamá-los assim. São regras abrangentes tão bem codificadas que o monge-cozinheiro tem a tarefa pela vida toda, em estado de aprendizado constante.

Mas a monja, nascida em Minas, educada no Mosteiro de Morro da Vargem e radicada em Brasília, faz uma cozinha que se poderia chamar de fusion. Apresenta princípios e receitas que passam pelos caldos, sopas, preparações variadas de arroz e tempuras, mas chega também a um eclético sushi com cará. Ou uma salada de nabo com caqui maduro, que parece coisa da cozinha novíssima.

SERVIÇO:
"O Zen Na Cozinha - Princípios da Culinária Shôjin", Monja Gyoku En, Editora CLÃ.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.