Filme franco-israelense abrirá mostra paralela do Festival de Cannes

PARIS, 24 ABR (ANSA) - A 47ª Semana Internacional da Crítica, mostra paralela do Festival Internacional de Cinema de Cannes 2008, que acontecerá entre 15 e 23 de maio, terá como longa de abertura o franco-israelense Les Sept Jours, dirigido por Ronit e Shlomi Elkabetz, e será encerrado pelo mexicano La Zona, de Rodrigo Plà, filme premiado no Festival de Veneza no ano passado.

Agência Ansa |

O Brasil será representado pelos curtas-metragens "Areia", de Caetano Gotardo, e "A espera", de Fernanda Teixeira.

Apesar de não ter nenhum filme presente na Semana da Crítica, que acontece paralelamente ao Festival de Cannes, a Itália teve uma boa produção em 2008, segundo declarou hoje em Paris Jean-Christophe Berjon, organizador da mostra. 

"Este é um grande ano para o cinema italiano, como testemunha a seleção de Cannes", disse Berjon, acrescentando que quatro filmes italianos em particular lhe chamaram muito a atenção, mas não foram incluídos na mostra porque "não se podia apresentar dignamente nenhum deles". 

Berjon citou o filme "Forse Dio è Malato" (Talvez Deus esteja doente, ndr), de Franco Brogi Taviani, inspirado no livro homônimo de Walter Veltroni, que disputou o cargo de premier com Silvio Berlusconi, que tem a África como cenário.            

Para Berjon, a Europa como um todo teve um ano produtivo no cinema: "Fomos atingidos pela força e pela diversidade do jovem cinema europeu", disse ele, citando como exemplos a Grã-Bretanha, a Alemanha, Escandinávia e o Leste Europeu. (ANSA)

    Leia tudo sobre: festival de cannes

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG