Filme dinamarquês e Helen Mirren premiados no Festival de Roma

Brotherhood, primeiro filme do dinamarquês Nicolo Donato, ganhou nesta sexta-feira o Marco Aurélio de Ouro de melhor filme no quarto Festival internacional de cinema de Roma, que entregou prêmios de melhor ator a Sergio Castellito e melhor atriz a Helen Mirren.

AFP |

O prêmio Marco Aurélio de prata de melhor atriz foi para a britânica Helen Mirren por seu papel em "The last station", de Michael Hoffman, no qual interpreta a mulher do escritor russo Tolstoi.

Entre os atores, o eleito foi o italiano Sergio Castellito, com "Alza la testa" de Alessandro Angelini, com o personagem Mero, um homem que sonha em transformar o filho em campeão de boxe.

O Grande Prêmio do Júri, presidido pelo realizador americano Milos Forman, foi entregue a "L'uomo che verrà" do italiano Giorgio Diritti.

A atriz americana Meryl Streep recebeu o Marco Aurélio de Ouro pelo conjunto de sua carreira.

Criado há quatro anos pelo ex-prefeito de Roma, o cinéfilo Walter Veltroni, o festival de Roma perdeu brilho este ano, com a participação de apenas 14 filmes, contra 20 em competição em 2008.

O orçamento também caiu de 15,5 milhões de euros para 12 milhões de euros em um ano.

glr/lm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG