Filho do ator John Travolta será submetido a autópsia

A polícia das Bahamas planejava neste sábado realizar a autópsia de Jett Travolta, um dia depois de o filho adolescente do ator John Travolta ter sido encontrado inconsciente no banheiro da casa onde passava férias com a família neste arquipélago caribenho.

AFP |

Jett Travolta, 16 anos, tinha um histórico de ataques de epilepsia desde que era pequeno e na sexta-feira "teve um ataque por volta das 10 da manhã", indicou o advogado de John Travolta, Michael Ossi, segundo a CNN.com. "Todas as tentativas de ressuscitá-lo fracassaram".

Jett é fruto do casamento de Travolta com a atriz Kelly Preston. Eles têm ainda uma filha, Ella, de oito anos.

A morte do rapaz "aconteceu completamente do nada", disse Ossi ao site da CNN. "Este é o pior dia da vida de John".

Ainda de acordo com o advogado do ator, a causa da morte de Jett ainda não foi identificada.

"Estão tratando dos trâmites para a realização da autópsia e determinar a causa exata de sua morte", disse um policial.

Jett Travolta foi visto pela última vez no dia do Ano Novo quando se dirigia ao banheiro da casa em Old Bahama Bay, na ilha Grã-Bahama, indicou o chefe de polícia Basil Rahming em um comunicado.

Após a autópsia, o jovem será enterrado em Ocala, Flórida (sudeste), onde a família tem uma casa.

Rumores afirmavam que Jett era autista, mas Travolta sempre negou, afirmando que o garoto sofria da Síndrome de Kawasaki, que pode causar problemas cardíacos, segundo o site TMZ.

A Síndrome Kawasaki, também conhecida como síndrome do nódulo linfático, é uma doença febril que afeta numerosos órgãos, inclusive a pele e as membranas mucosas, os nódulos linfáticos, as paredes dos vasos sanguíneos e o coração.

ddl/nh/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG