Filho de Sendas diz não acreditar em tiro acidental

RIO DE JANEIRO - Um dos filhos do empresário Arthur Sendas, Nelson Sendas, disse nesta sexta-feira não acreditar na hipótese de tiro acidental alegada pelo motorista Roberto Costa Júnior, suspeito de matar o pai dele. Existe uma ponta de revolta por isso ter acontecido com uma pessoa tão boa, afirmou, após o enterro do pai, no cemitério São João Batista, em Botafogo, zona sul do Rio de Janeiro.

Agência Estado |

O suspeito era motorista de um dos netos de Arthur Sendas. O empresário, dono da rede supermercados Sendas, do Rio, morreu na madrugada de domingo após ter sido baleado no apartamento em que morava, no Leblon, zona sul da capital fluminense.

Após se apresentar à polícia, Costa Júnior confessou que matou o empresário, mas disse que o tiro foi acidental e pediu desculpas à família da vítima. O motorista contou que foi à casa do empresário na noite de domingo. Houve discussão e, segundo ele, a arma escorregou da cintura e caiu no chão. O suspeito contou que quando foi pegar a pistola, o empresário a segurou junto com ele. "Quando puxei a arma, ela disparou", disse.

Leia mais sobre: Arthur Sendas

    Leia tudo sobre: arthur sendas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG