Um juiz sentenciou Cameron Douglas, de 31 anos, filho do ator norte-americano Michael Douglas, a cinco anos de prisão por tráfico de metanfetaminas. Cameron escutou a sentença ao lado do seu pai e da sua mãe, Diandra, e pediu desculpas à sua família por tê-la colocado em um pesadelo.

Agentes federais dos Estados Unidos prenderam Cameron Douglas no verão do ano passado, no Hotel Gansevoort em Manhattan. As investigações descobriram que ele traficava metanfetaminas da Califórnia para Nova York.

O juiz Richard Berman afirmou que Cameron, que usava drogas desde os 13 anos, ficou sóbrio desde que esteve na prisão a partir de agosto do ano passado. O juiz disse que recebeu pelo menos 37 cartas pedindo clemência para Cameron, incluídas uma do avô do jovem, Kirk Douglas, figura lendária do cinema norte-americano, e outra da madrasta e atriz Catherine Zeta-Jones, atual esposa de Michael Douglas.

Mas o juiz Berman também expressou dúvidas sobre se Cameron conseguirá deixar as drogas. "Na minha estimativa, isso será muito difícil. Eu acredito que essa sentença pode ser a última chance dele fazer isso", afirmou. Para o tráfico de drogas, a pena recomendada é de dez anos de prisão. A defesa pediu uma sentença de três anos e meio. Em março, a noiva de Cameron foi libertada, após passar sete meses presa por tráfico de heroína.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.