Filho da governadora do Rio Grande do Norte consegue habeas-corpus

NATAL - O filho da governadora do Rio Grande do Norte, Wilma de Faria (PSB), o advogado Lauro Maia, conseguiu o habeas-corpus nesta quinta-feira. A 3ª Turma do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, por três votos a zero, concedeu a liberdade para Lauro Maia, que é denuciado pela Polícia Federal pela participação em um esquema fraudulento de licitações na Secretaria Estadual de Saúde, desbaratado durante a Operação Hígia.

Redação com agências |

Ele deverá sair da sede Polícia Federal ainda nesta quinta-feira. Lauro Maia estava preso desde a última sexta-feira.

Além de Maia, foram soltos os outros cinco investigados na Operação da PF: a procuradora do Estado, Rosa Caldas, a diretora da Secretaria Estadual da Saúde, Maria Eleonora Lopes Castim, o secretário-adjunto de Esportes e Lazer do Estado, João Henrique Lins Bahia e os empresários Herbert Florentino Gabriel, Mauro Bezerra da Silva. O grupo foi preso na última sexta com mais sete pessoas.

AE
Wilma de Faria é governadora de RN
Na quinta-feira, o juíz federal Mário Azevedo Jambo, da 2ª Vara Federal do Rio Grande do Norte, havia prorrogado a prisão temporária dos seis dos envolvidos na operação e os presos, dentre eles Maia, deveriam permanecer em detenção por mais cinco dias.

A Operação Hígia investiga um suposto esquema de desvio de verbas públicas , para firmar e prorrogar contratos na área de limpeza hospitalar e locação de mão-de-obra no Rio Grande do Norte. O juiz Federal Mário Azevedo Jambo foi o responsável pela decretação de 13 prisões temporárias e 42 mandados de busca e apreensão cumpridos pela PF na última sexta-feira. Das das 13 pessoas presas no dia da operação, quatro foram liberadas depois de prestar depoimento.

Leia mais sobre: Operação Hígia

    Leia tudo sobre: pf

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG