Filha de Raúl Castro torce para que Obama seja bem sucedido

Sou ateia, mas, se tivesse fé, rezaria para que Barack Obama tenha êxito, declarou Mariela Castro, filha do presidente cubano Raúl Castro em uma entrevista publicada pelo jornal francês Le Monde.

AFP |

"Como muitos cubanos, vi sua eleição com uma grande esperança. Ele é um homem inteligente, bom, profundamente humano, como testemunham sua biografia, sua trajetória e seus valores", indicou Mariela Castro.

A sobrinha de Fidel Castro, que delegou o poder da ilha em 2006 a seu irmão Raúl, admite que ser presidente dos Estados Unidos "não significa que possa modificar a atitude dos grupos de pressão que decidem a relação com Cuba ou a política em relação à América Latina".

Mariela Castro, de 47 anos, diretora do Centro Nacional de Educação Sexual de Havana, é apresentada como uma batalhadora incansável contra a homofobia e favorável ao reconhecimento de todas as minorias sexuais na ilha.

Nesse contexto, a filha de Raúl Castro promoveu uma modificação do Código da Familia para garantir o respeito da livre orientação sexual.

Mariela Castro, no entanto, admite que uma mudança radical na sociedade cubana seria muito perigoso e explica que os pequenos passos são mais adequados para realizar as mudanças de que necessita a sociedade cubana visando a reforçar o socialismo e responder às necessidades da população.

gc/jo/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG